No dia 31 de outubro é comemorado o Dia Nacional do Saci-Pererê e seus amigos. Para celebrar essa data aconteceu nesta terça-feira (31) um ato na Esquina Democrática, em frente à igreja São Francisco, no centro de Florianópolis, com boi-de-mamão, música, contação de histórias e distribuição de “sacizinhos”.
A promoção foi da Revista Pobres & Nojentas com apoio Sindicato dos Eletricitários de Florianópolis e Região (Sinergia) e do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de Santa Catarina (Sintufsc).

 

A Lei n. 9.984, de 15 de março de 2016, instituiu em Florianópolis 31 de outubro como Dia do Saci. São objetivos desta data, através da figura do Saci: I – disseminação e enraizamento dos mitos brasileiros de nossa cultura; II – promoção de atividades artísticas e de lazer em escolas, bibliotecas, casas de cultura, praças e parques; e III – incentivo à leitura de obras comprometidas com os valores e raízes do folclore e cultura popular.

 

Essa lei teve como proponente o vereador Lino Peres, do PT, e é fruto do diálogo com os movimentos sociais, professores, estudantes e comunidades que veem a importância do Dia do Saci como parte da história do povo brasileiro. Mas agora o vereador Bruno Souza, do PSB, protocolou na Câmara um certo “Código de Revogação de Leis” e quer acabar com o dia do Saci em Florianópolis. O que é um retrocesso, pois vai contra o fortalecimento da cultura e preservação do folclore nacional.