Trabalhadores da Eletrosul e entidades sindicais organizaram um escracho à visita do presidente da Eletrobras, Wilson Pinto Jr. nessa quarta-feira, 20, às 10h, no auditório sede da Eletrosul. 
O escracho ocorre durante o lançamento do selo dos correios e da campanha publicitária dos 50 anos da Eletrosul. Foi confeccionada para o ato uma fantasia alusiva ao nome do presidente da empresa e encenada sua retirada pelos trabalhadores e trabalhadoras da Eletrosul.

 

O ato faz parte de uma campanha nacional de mobilização pela saída de Pinto Jr. da empresa. A Federação Nacional dos Urbanitários (FNU) e o Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE), denunciaram, no mês de maio desse ano, que o presidente da empresa contratou serviços de publicidades para desabonar a imagem da Eletrobras e, com isso, facilitar a venda da estatal para grupos financeiros internacionais, além da tentativa de aumentar seu próprio salário em 46%.