TRABALHADORES DA ELETROBRAS FAZEM PARALISAÇÃO A PARTIR DE 15 DE JUNHO E PROTESTAM CONTRA A VOTAÇÃO DA MP 1031

TRABALHADORES DA ELETROBRAS FAZEM PARALISAÇÃO A PARTIR DE 15 DE JUNHO E PROTESTAM CONTRA A VOTAÇÃO DA MP 1031 Os trabalhadores do Sistema ELETROBRAS de todo o Brasil entraram em greve a partir de zero hora de hoje, 15 de junho. A paralisação é uma resposta ao agendamento da MP 1031, que prevê a privatização da ELETROBRAS, na pauta de votação no Senado. É uma resposta também ao descumprimento do ACT Nacional, à não renovação de ACT’s Específicos e às demissões de dirigentes sindicais. No que diz respeito a MP 1031, de privatização da ELETROBRAS, o Coletivo Nacional dos Eletricitários reafirma que esse é um projeto criminoso. Um verdadeiro saqueio, uma pilhagem do patrimônio público, com um único objetivo de beneficiar os privilegiados que sustentam esse governo, especialmente banqueiros e especuladores. MP 1031 SEM DISCUSSÃO A MP 1031 tramita no Congresso Nacional por rito sumário, ou seja, sem nenhuma audiência pública e sem a criação de uma Comissão Mista de Senadores e Deputados para debater sobre os riscos que uma iniciativa como essa pode trazer para os brasileiros e brasileiras. Um Congresso Nacional com quase 600 parlamentares se resume à impressão pessoal e monocrática de um relator. É um claro desvio de finalidade do instrumento. A votação da Medida Provisória na Câmara Já foi um escândalo. 313 deputados e deputadas aprovaram um texto com total desconhecimento da matéria. O que se viu foram discursos pífios, rasos, ancorados em fundos regionais de valores relativos e limitadíssimos nos seus respectivos currais eleitorais. MODELAGEM FOI FEITA PARA FAVORECER GRUPOS ECONÔMICOS O texto votado na Câmara foi denunciado por parlamentares de diferentes orientações ideológicas: PT, PSOL, NOVO, MDB, PCdoB, DEM, PDT, PSB, como um “relatório cheio de jabutis”, que seriam assuntos fora do objeto da Medida Provisória. Além disso, foram feitas graves denúncias de que a modelagem da privatização da ELETROBRAS foi negociada para favorecer acionistas minoritários e que o lobby da indústria das térmicas a gás foi incluído no texto como contrapartida à privatização da Eletrobras. SE APROVADA, MP 1031 VAI GERAR UM TARIFAÇO NA CONTA DE LUZ Dezenas de especialistas de diferentes segmentos da sociedade, setores da economia, regiões do Brasil e convicções políticas foram taxativos em afirmar que tanto o texto original da MP 1031, quanto o PLV substitutivo, aprovado na Câmara, vão trazer um aumento extraordinário na tarifa de energia, um tarifaço na conta de luz. O que seria um absurdo em qualquer tempo, é mais grave no Brasil de hoje, que atravessa a maior crise sanitária, social e econômica de sua história por conta da Covid19 e outras mazelas. Por tudo isso, os eletricitários do Sistema ELETROBRAS de todo Brasil paralisarão suas atividades, no dia 15 de junho. É inadmissível que, nesse contexto tenebroso que vive o Brasil, queiram “passar a boiada” da privatização da ELETROBRAS, com todos os riscos e efeitos nefastos para a população brasileira, se aproveitando covardemente de que os holofotes da nação estão direcionados à CPI da Covid-19. TRABALHADORES QUEREM A INTERRUPÇÃO IMEDIATA DA TRAMITAÇÃO DA MP 1031 NO SENADO O que os trabalhadores querem é o mínimo de bom senso e respeito ao povo brasileiro, apelando para que os Senadores e Senadoras da República tenham espírito republicano e responsabilidade com uma pauta de um setor tão estratégico para o país. A tramitação da MP 1031 deve ser interrompida imediatamente no Senado. Os impactos, as consequências econômicas e sociais desse projeto de privatização da ELETROBRAS precisam ser discutidas pela sociedade brasileira, de forma responsável e com base em estudos sérios que, aliás, nunca foram apresentados pelo governo. Todas as suspeitas denunciadas no processo da MP 1031 devem ser imediatamente investigadas e, se confirmadas, que seus responsáveis sejam apontados e punidos. Não podemos aceitar tamanha agressão. Os Eletricitários estão intensificando a resistência coletiva, buscando o apoio e interação com trabalhadores de outras categorias, como petroleiros, ecetistas (Correios), bancários, portuários, movimentos populares – para derrotar até o fim e a fundo esse projeto em curso, porque não existe desenvolvimento sem soberania energética, sem colocar essa energia a serviço do país e jamais a serviço de banqueiros e especuladores internacionais. O povo brasileiro não pode pagar essa conta! Vamos lutar pelo futuro do Brasil!

Sinergia participa de ato no Dia Mundial do Meio Ambiente

O Sinergia participou no último dia 5 de junho, da Manifestação no Dia Mundial do Meio Ambiente, na cabeceira insular da Ponte Hercílio Luz. O ato foi chamado por diversos movimentos sociais que atuam na região, como o Fórum da Cidade e o Movimento Ponta do Coral 100% Pública. As atividades, que se concentraram por toda a extensão do Parque da Luz, tinham como objetivo, também, gritar Fora, Salles – atual ministro do Meio Ambiente, acusado de uma série de irregularidades na Amazônia. Os eletricitários participaram para denunciar que, com a possível privatização da Eletrobras, a gestão de nossos rios poderá ficar a cargo de organizações estrangeiras sem nenhum compromisso com a preservação do meio ambiente no Brasil. #salveaenergia #mpdoapagão #VaiFaltarLuz #forasalles #diamundialdomeioambiente

Sinergia e FIESC debatem sobre aumento de luz com possível privatização da Eletrobras

Os dirigentes do Sinergia SC Carlos Alberto de Souza, Tiago Bitencourt Vergara e Leonardo Contin da Costa participaram hoje, dia 7/06/2021, de uma reunião com o presidente da FIESC, Mário Cezar de Aguiar, e com o presidente da Câmara de Assuntos de Energia da FIESC, Otmar Josef Müller. Os dirigentes sindicais levaram aos representantes da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina a preocupação com o andamento da Medida Provisória – MP 1031/2021, que visa a privatização da Eletrobras. Manifestaram preocupação, apresentaram dados e entregaram documentos aos dirigentes da FIESC que demonstram o aumento na conta de energia elétrica caso a privatização da estatal seja aprovada no Senado, com prejuízos de grande monta à indústria e à população. A MP 1031/2021 segue em análise no Senado Federal e, se não for colocada em votação até o próximo dia 22, caducará, ou seja, perderá sua validade. #salveaenergia #mpdoapagão #eletrobras

Sinergia participa de protestos do #29M

Dirigentes do Sinergia participaram no último sábado, 29 de maio, do ato em Florianópolis por vacinas, auxílio emergencial de pelo menos R$600, contra as privatizações e pelo fora Bolsonaro. O dirigente do sindicato dos eletricitários, Tiago Vergara, discursou na manifestação denunciando os desmontes das estatais de energia, visando a privatização – com foco especial na Eletrobras/CGTEletrosul. Novas manifestações com estas pautas estão sendo convocadas para o mês de junho. #salveaenergia #mpdoapagão #29m #EletrobrasPública

Trabalhadores da CGT Eletrosul Sede e Sertão aprovam estado de greve

Trabalhadores da CGT Eletrosul Sede e Sertão aprovam estado de greve Os trabalhadores da CGT Eletrosul, em assembleias mistas (presenciais e virtual), aprovaram hoje (27/05/2021) pela manhã o estado de greve, por maioria. O Sinergia realizou assembleias concomitantes, tanto na Sede, presencial e virtual, como no Sertão do Maruim, somente presencial. No início da Assembleia, os dirigentes do sindicato fizeram uma avaliação da conjuntura, considerando os ataques aos direitos dos trabalhadores e o andamento da MP 1031, aprovada na Câmara e pendente de discussão no Senado. O ESTADO DE GREVE foi aprovado por maioria. Na Sede (Pantanal), em votação presencial, foram 32 votos a favor do estado de greve, 2 abstenções (dirigentes da base Celesc) e nenhum voto contrário. Na Sede, em votação virtual, foram 42 votos a favor do estado de greve, 4 votos contrários e 11 abstenções. Por fim, no Sertão do Maruim, foram 40 votos favoráveis ao estado de greve e uma abstenção e nenhum voto contrário. Aprovado o estado de greve, foi explicado em assembleia que a categoria deverá aguardar o encaminhamento de novas orientações pelo Coletivo Nacional dos Eletricitários, nos próximos dias. #cgteletrosul #eletrobras #salveaenergia #energianãoémercadoria

Intercel se reúne com governador para debater Celesc Pública e direitos dos trabalhadores

Intercel se reúne com governador para debater Celesc Pública e direitos dos trabalhadores Dirigentes do Sinergia, dos demais sindicatos da Intercel e o Representante dos Empregados no Conselho de Administração da Celesc se reuniram nesta terça-feira (25) com o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés. O encontro foi intermediado pelo deputado Fabiano da Luz, que tem sido grande defensor da Celesc Pública e de seus trabalhadores. A Intercel divulgou na quarta-feira (26) um Boletim da Intercel falando sobre o encontro, que contou também com a participação do presidente da companhia, Cleicio Poleto Martins, e o Secretário da Casa Civil, Eron Giordani (ex-conselheiro da Celesc). O Boletim foi encaminhado por e-mail a celesquianas e celesquianos e também está publicado nas redes sociais do Sinergia e da Intercel. #celesc #celescpública #celescpúblicabompratodomundo

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA – CGT ELETROSUL

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA – CGT ELETROSUL A Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Energia Elétrica de Florianópolis e Região, no uso de suas atribuições, nos termos de seu Estatuto Social, convoca todos os empregados da CGT ELETROSUL, da base territorial do sindicato, associados ou não associados, para se reunirem em Assembleia Geral Extraordinária no dia 27/05/2021, de forma mista (presencial e virtual), realizada concomitantemente, no hall da Empresa, sito à Rua Deputado Antônio Edu Vieira, 999, bairro Pantanal, Florianópolis/SC, e de forma presencial no Sertão do Imaruim, às 08h15min em primeira convocação com o número regulamentar de presentes, ou às 08h30min, em segunda e última convocação, com qualquer número de presentes. A assembleia virtual, para os empregados que estão trabalhando em regime de Home Oficce será realizada por aplicativo Zoom Meeting, com link enviado por e-mail à categoria, a fim de deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: 1. Informes; 2. Deliberar sobre ESTADO DE GREVE de acordo com os encaminhamentos que serão orientados pelo Coletivo Nacional dos Eletricitários; 3. Assuntos Gerais. Dúvidas com relação à forma de ingresso na Assembleia Virtual, identificação e demais regras para participação, podem ser elucidadas através do e-mail sinergia@sinergia.org.br . Florianópolis, 25 de maio de 2021 MARIO JORGE MAIA Cooordenador Geral do SINERGIA

Sinergia finaliza visitas à Câmara de Florianópolis

O Sinergia concluiu na segunda-feira (24/05) as visitas aos gabinetes de vereadoras e vereadores da Câmara Municipal de Florianópolis, fazendo a defesa da Eletrobras Pública. As vereadoras Carla Ayres e Tânia Ramos, e o vereador Renato Geske, o Renato da Farmácia, toparam vestir a camiseta em defesa da Eletrobras Pública. A vereadora Carla Ayres propôs moção de repúdio à privatização da estatal, que deverá ser apreciada pelos demais vereadores nos próximos dias. Já a vereadora Tânia Ramos usou seu tempo de fala na tribuna para fazer a defesa das empresas públicas de energia e apresentar os riscos da privatização à população. Na semana passada, o vereador Maikon Costa respondeu à correspondência do Sinergia se colocando solidário à causa dos eletricitários e favorável à campanha Salve a Energia, em defesa da Eletrobras pública. Por fim, o vereador Afrânio Boppré fez uma live sobre o tema e convidou os dirigentes do Sinergia Cecy Marimon e Tiago Vergara para fazerem o debate. O sindicato agradece às vereadoras e aos vereadores pelos gestos de apoio e aos demais representantes do povo que também defendem a causa e entendem a importância da Eletrobras pública! #salveaenergia #MpdoApagão #eletrobras #eletrobraspública #vaifaltarluz

Intercel e Representante dos Empregados no CA da Celesc se reúnem com Deputado Fabiano da Luz

Dirigentes do Sinergia, da Intercel e o Representante dos Empregados no Conselho de Administração da Celesc, Leandro Nunes, se reuniram com o deputado estadual Fabiano da Luz. O objetivo da conversa foi debater sobre o processo de privatização do setor elétrico, suas implicações na Celesc e os ataques reiterados às empresas públicas. O Sinergia e a Intercel estão atentos aos reflexos que o processo de privatização na Eletrobras pode trazer na Celesc. #celescpublicabompratodomundo #celescpública #celesc #salveaenergia #mpdoapagão

Vereadores da Grande Florianópolis recebem documentos contra privatização da Eletrobras

Na tarde de ontem (19) o Sinergia seguiu com as visitas aos vereadores da Grande Florianópolis. Foram visitadas as Câmaras de São José e Florianópolis, alertando e sensibilizando a classe política sobre o risco da privatização da Eletrobras. Mesmo com a aprovação do projeto na Câmara dos Deputados, o sindicato continuará dialogando e mostrando o absurdo que é o projeto, entregando a preço de banana um dos nossos maiores patrimônios. Pela sequência de tramitação, o projeto deverá ser votado no Senado até o próximo mês. Seguiremos lutando e resistindo até o fim! #mpdoapagão #mp1031não #energianãoémercadoria #salveaenergia