Por 42 votos a 37, MP 1031/21 é aprovada no Senado

Por 42 votos a 37, MP 1031/21 é aprovada no Senado Próxima batalha contra a privatização da Eletrobras será no Judiciário Dos 12 senadores do âmbito de atuação da Intersul, 8 deles votaram contrários à privatização – fruto do diálogo e da luta dos sindicatos e dos trabalhadores! A MP que permite a privatização da Eletrobras, contudo, foi aprovada no Senado nesta quinta-feira, dia 17 de junho de 2021: 42 votos SIM 37 votos NÃO Confira como votou cada um dos senadores catarinenses: Em Santa Catarina, Esperidião Amin e Dario Berger votaram contra a privatização. Jorginho Melo foi favorável à privatização, inimigo da Eletrobras Pública. Agradecemos a cada trabalhador, a cada trabalhadora, a cada cidadão, a cada entidade parceira que aceitou nosso convite e também enviou mensagens cobrando o voto contrário dos senadores nesta importante causa. A luta segue agora no Poder Judiciário. #mpdoapagão #salveaenergia #eletrobraspública #CPIdaEletrobras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *